Formação Profissional

Língua e Cultura Turca

Formação Profissional

​​
 

Enquadramento

A crescente globalização obriga a uma aproximação cada vez maior entre países e sociedades, que outrora, foram distantes. Assim, este curso vem preencher um vazio em Portugal no que a língua e cultura turca se refere; até porque grande parte da sociedade turca ainda não fala inglês e o estrangeiro que lá viaja seja por estudo, trabalhou ou lazer, enfrenta o desafio de entender o que lhe é dito e de fazer-se entender.

Objetivos

Este curso tem como objetivo promover e divulgar a língua e a cultura turcas, bem como desenvolver e aperfeiçoar as competências dos alunos nos domínios linguístico e sociocultural, que lhes permitirá comunicar e interagir com falantes nativos.

Conteúdos Programáticos

  1. Funções Comunicativas
    • Apresentação
    • Saudação
    • Diálogos do quotidiano: perguntar as horas, as profissões, os dados pessoais, os preços de um produto, fazer pedidos num restaurante, etc.
  2. Funções Gramaticais
    • Alfabeto turco;
    • Fonética;
    • Estrutura sintática: özne (sujeito), nesne (complemento), yüklem (verbo);
    • Pronomes pessoais
    • Pronomes Demonstrativos
    • Sufixos de plural
    • Conjugação dos verbos no presente: Olmak (ser), Yapmak (fazer), Var (ter, haver) / Yok (não haver), Gitmek (ir), Gelmek (vir), Konusmak (falar), Bakmak (olhar), Sevmek (querer, gostar), Yemek (comer),Içmek (beber), etc
  3. Histórica Turca I
    • História Antiga: Séculos XIX a.c.- XI d.c.
    • Civilização Hitita (1900 e 1200 a.c.) - Troya
    • Civilização Frígia (s. IX e VIII a.c.)
    • Civilização Lídia (s. VII e VI a.c.)
    • Civilização Persa (546 a.c. e s. IV a.c.)
    • Alexandre Magno (s. IV a.c.)
    • Império Romano (s. II a.c. e IV d.c.)
    • Império Bizantino (s. IV e XI d.c.)- Constantinopla (Istambul)
    • Império Otomano até a atualidade.
  4. Cultura Turca I
    • Gastronomia turca
      • Pratos salgados: Sini Koftesi, Sebzeli kasarli kek, Hamsili Pilav
      • Pratos doces: Baklava, Akyuzu, Hanim Bilezigi
    •  Música turca
      • Folclórica e tradicional: “üsküdar a giderken”, “Ata bari”, “Çayda çira yaniyor”, “Zeybek” Moderna: “öpücük” (o beijo) de Tarkan, “Every that I can” (vencedora do Festival Eurovisão 2003) de Sertap Erener, “Ada vapuru” de Sezen Aksu

Formadores

Ali Akça

Formador de língua turca, nativo, há mais de 10 anos. Lecionou turco na Universidade do Porto, na U. do Minho, na U. de Coimbra e na U. de Aveiro.

Possui o Curso de Doutoramento em Relações Internacionais.

Foi fundador e Presidente da Associação de Amizade Luso-Turca, única entidade que representava a comunidade turca em Portugal (extinta em 2015).

É tradutor/intérprete, membro da Associação Portuguesa de Tradutores, prestando serviços a entidades como à Comissão Europeia, ao Ministério da Justiça, ao SEF, clubes de futebol, etc.

Fala fluentemente várias línguas, entre as quais espanhol, francês e português.

Destinatários

O curso dirige-se a estudantes e profissionais que desejam expressar-se no dia-a-dia na língua turca, bem como melhorar os conhecimentos da cultura turca. Especificamente dirigido a quem pretende viajar à Turquia (Erasmus ou férias, por exemplo) ou estabelecer relações comerciais/laborais. Deve-se ter em linha de conta que o povo turco em geral fala pouco ou nada de inglês.

Condições Gerais de Participação

​​​​​​