Formação Profissional

Capacitação Parental

Formação Profissional

Enquadramento

Não raras vezes se ouve que os Pais/encarregados de educação, por diversas razões, participam cada vez menos na vida dos seus filhos/educandos, remetendo, quase em exclusivo para a Escola a tarefa não apenas de os formar, mas também de os educar. Reconhecendo que encerra alguma verdade esta afirmação, não nos podemos esquecer que a escola é, também, responsável por este desprendimento dos Pais em relação à instituição já que, muitas vezes, não informa e, muito menos mobiliza, os Pais da melhor forma. A capacitação parental deve estar, de forma permanente, presente nas preocupações do movimento associativo parental, como parte integrante e prioritária dos seus planos de atividades, devendo tornar-se num dos pilares da sustentabilidade da sua atuação, mas, acima de tudo, da própria sustentabilidade dos projetos educativos das escolas onde estão integrados.

A capacitação parental valoriza o papel dos Pais (e do movimento associativo parental, como principal agente indutor da mesma), procurando compreender a parentalidade como um processo e, assim, contribuir para o alargar, se não constituir, "a rede social das famílias", combatendo o isolamento social que, a que, tantas vezes, estão sujeitos.

As formações nas áreas de apoio às famílias são, atualmente, uma necessidade premente para que a relação escola/família possa ser também melhorada através de algumas áreas necessárias ao bom desempenho escolar e familiar.

Objetivos

  • Aumentar as competências parentais indo de encontro às expetativas das famílias.
  • Potenciar hábitos e comportamentos de vida saudável.
  • Contribuir, de forma efetiva, para a capacitação/formação os Pais em todos os aspetos respeitantes à área educativa. 
  • Favorecer a compreensão das noções básicas da aprendizagem humana de um modo prático.
  • Estimular a segurança e confiança dos Pais e mães no desempenho das suas funções educativas.
  • Desenvolver as atividades lúdico-educativas, no cumprimento dos objetivos gerais definidos, e de modo a estimular a participação de forma efetiva.
  • Preparar ações que potenciem, e incentivem, a participação de Pais e mães em papéis educativos solicitados pela Escola.
  • Desenvolver estratégias que facilitem a prevenção e resolução de conflitos com os seus filhos/educandos.
  • Potenciar a comunicação sobre situações vividas em família e forma de as poder enfrentar.
  • Favorecer o desenvolvimento integral do filho/educando, fomentando, de forma efetiva, as relações entre a Escola e a Família.
  • Aumentar o conhecimento sobre os temas que vão de encontro às necessidades dos pais.

Conteúdos Programáticos

  1. Conhecer a Escola – 2h
    1. a) Relação escola/família
    2. b) Relação associação de Pais/dirigentes escolares e autarcas.
    3. c) Relação associação de Pais/Pais representantes de turma.
  2. Participar na Escola e com a Escola – 10h
    1. Indisciplina e violência – bullying e ciberbullying.
    2. Cidadania e cultura de Escola.
    3. A importância da comunicação "Família – Escola" e "Escola-Família
    4. Crianças com necessidades educativas especiais, na perspetiva do contributo da participação parental para uma Escola verdadeiramente inclusiva.
  3. Pais e Filhos – 12h
  4. Constitui-se como um eixo do projeto de capacitação parental e, tendo por objetivo contribuir para a redução dos défices de qualificação escolar, especificamente no combate ao abandono, absentismo e insucesso escolar de crianças e jovens. No âmbito da promoção das competências educativas dos Pais, esta ação comtempla o treino específico das competências no acompanhamento académico, social e pessoais dos filhos/educandos.

    Pais e Filhos na família

    1. Comunicação "Família - Família"
    2. Relações interpessoais nos grupos de pares
    3. Comportamentos de risco do adolescente
    4. Desenvolvimento Psicossexual
    5. Alterações físicas, psicológicas e socias
    6. Sexualidade: o que é?
      1. Identidade de género
      2. Orientação sexual
      3. Riscos: gravidez não desejada; infeções sexualmente transmissíveis; abuso e violência no namoro
    7. O papel das pessoas significativas no desenvolvimento psicossexual dos filhos/as


    Pais e Filhos na escola

    1. Estilos e práticas educativas no apoio ao estudo
    2. Competitividade escolar
    3. Em cada uma das partes, o curso terá uma dimensão prática, com momentos orientados para a partilha e discussão de processos e desafios investigativos dos participantes.

Formadores

Evandro Morgado
Sandra Santiago
Alberto Santos
Alice Pereira 

Destinatários

Pais e encarregados de educação e familiares; docentes; psicólogos; associações de pais e federações.

Condições Gerais de Participação